Notícias e Artigos Contábeis Diários

RSS Feed
  • face
  • twitter
  • linkedin
  • Preto Ícone Google+
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon

Gestão financeira garante a saúde dos negócios dentro da nova realidade

12/05/2020

Quem disse que voltaremos ao normal? A beira de quase 50 dias fechados, comerciantes capixabas se preparam para a possível reabertura do comércio na próxima semana ou assim que o Governo decretar a liberação. Mas abrindo ou não na próxima semana, já é preciso se preparar, pois nada será como antes. Segundo a contadora especialista em gestão orçamentária e controladoria e sócia da EBITDAH, Emanueli Cristini, é preciso reabrir com uma nova estratégia, reestruturar o plano de negócio e crescimento ajustando-o à nova realidade.

 

A contadora explica que os empresários precisam ter cautela, principalmente quanto ao estoque de produtos. “Passamos por uma mudança no comportamento do consumidor, pessoas foram demitidas, consequentemente, a renda de muita gente diminuiu, o que contribui para um controle maior dos gastos por essas pessoas. A abertura do comércio não significa que todos vão voltar a consumir como antes. É necessário começar com calma e avaliar sua relação com o público, o mercado, e sentir esse aquecimento, se para o seu negócio ele será mais rápido ou mais lento”, diz.

 

Com a abertura do comércio em horário reduzido, é necessário analisar o quadro de funcionários da empresa. Segundo a especialista, caso precise escolher qual funcionário voltará a trabalhar, opte por funcionários que morem mais perto do local de trabalho, ou que tenham carro, ou que corram menos riscos de aglomeração e contágio no trajeto ao trabalho. “O isolamento também fez muitas empresas perceberem que algumas funções podem sim ser feitas por home office. Então mantenha esse funcionário em casa. Isso representa segurança para todos e uma redução nos custos”, analisa.

 

Emanueli também complementa que é necessário trabalhar com a margem de lucro menor em alguns produtos para fazer girar. “Com uma gestão financeira é preciso fazer uma previsão de fluxo de caixa, ou seja, ter uma ideia do dinheiro que pode entrar e com isso conseguir negociar com fornecedores e ver os prazos dos pagamentos e como organizar as contas futuras. É tempo de pé no chão e não de alçar voos altos. Pense que a maioria dos negócios estão como você, com as asas quebradas, e para consertá-las exige um tempo de trabalho e esforço para lá na frente você colher os frutos”, conclui.

 

 

Veja dicas para quem vai reabrir o negócio:

 

1 – Gestão financeira: faça previsão do fluxo de caixa para saber quanto vai entrar e quanto você pode comprar em estoque e negociar com fornecedores

 

2 – Reestruturar o plano de negócios e crescimento: Crie cenários diferentes, positivo, negativo e intermediário, para saber o que fazer nos próximos meses.

 

3 – Analise o quadro de funcionários. Mantenha em home office o que está funcionando e quem retornar, observe a segurança no trajeto até o trabalho e os riscos que esse funcionário pode correr e consequentemente trazer para dentro da empresa

 

4 – Redução de custos: ao abrir seu comércio avalie todas suas contas e veja onde você pode reduzir ainda mais seus custos. Da economia de energia ao estoque de produtos. Deixe de comprar o que sai pouco e faça promoção nos produtos com grande estoque. É hora de vender e liberar seu estoque que ficou mais de um mês parado. Pois o caixa precisa girar.

 

5 – Renegociar: se você não tem dinheiro suficiente para pagar tudo que deve, é tempo de colocar no papel as prioridades e renegociar o que for possível. O não todos já tempos. Não custa conversar e tentar dividir o valor devido, aumentar o prazo de pagamento, fazer troca de serviço. Busque alternativas, sem prejudicar o outro, claro, que também pode estar vivendo a mesma situação financeira que a sua.

 

6 – Vender online: se você ainda não vende seu produto de forma online, seja por um site e-commerce ou pelas redes sociais, é o momento de levar seu produto para este universo e fazê-lo chegar mais facilmente às pessoas. Com a pandemia, as vendas online aumentaram absurdamente com resultados positivos de experiência por parte do consumidor, que, portanto, continuará utilizando desse serviço para adquirir muitos produtos que ele viu que não é tão necessário ele sair de casa.

 

Fonte: ESBRASIL

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkedin
Compartilhe no Google+
Please reload

Posts em Destaque

Entendendo a MPV 936

22/04/2020

1/5
Please reload

Posts Recentes

Please reload

Logotipo deitado Projetus.png
  • face
  • twitter
  • linkedin
  • Preto Ícone Google+
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon

© Desenvolvido por Projetus TI